O que seria sofrer? Derrubar uma lágrima e sentar aos prantos? Ver alguém partir com o sentimento de culpa? Perder o bilhete premiado da bilheteria? Esquecer a carteira em uma avenida metropolitana? Deixar de ir a alguma festa? Desistir de ir à escola? Não. Sofrer é não sentir, não fazer, não agir, não viver. O pior sofrimento é o dia perdido, o sorriso desprezado e atitude não tomada. Sofrimento é orgulho.
Bruno Lima.
Eu ainda procuro as causas perdidas. Não consigo acertar no que quero pra mim, sempre escolho o que não tem esperança, o que não vai acontecer ou que vai me magoar. To vivendo no meio da loucura, sem sabe o que fazer com o que sinto. O coração tentando ficar seguro e eu implorando por um pouco de coragem para aprender a dar adeus as coisas ruins.
Learning how to write my story
Decidi não ficar mais triste. Certas coisas não valem minha dor.
Cazuza 
Meu último relacionamento durou bem pouco tempo. Conheci ela no corredor do ônibus, quando o semáforo ficou vermelho. A minha janela deu certinho para a dela. Ela vestia uma camiseta preta do Axl Rose e um chapéu de jazzista, nada de maquiagem. Eu tinha a cara enfiada num romance policial. Eu olhei, ela me viu. Eu desviei, antes da garota se dissuadir também.Voltamos a nos analisar. E sorrimos, inevitavelmente. Ela fez um biquinho doce e teatral com os lábios, sinalizando a vontade de um beijo inocente. Num raro lampejo de maturidade, botei a língua pra fora, girando a pontinha rugosa e pigmentada num movimento pseudo-sexy. Ela riu, abaixou levemente o cenho, me achando pateta. Eu me estufei de orgulho por alargar aquele riso. O semáforo abriu e a gente parou de se ver. Ainda entornei o dorso para uma última olhada por cima do ombro. Não ia dar certo mesmo. Estávamos em lugares diferentes da relação, vivendo em direções opostas, a coisa andava rápida demais entre nós, e acho que as amigas dela não gostavam de mim. Mas foi bom e inesquecível, enquanto duraram os trinta segundos.
Gabito Nunes.
Seu silêncio me machuca. Sua ausência me destrói.
Just be friends? 
Corações gentis necessitam de conforto.
October, 1994. 
Eu ainda procuro as causas perdidas. Não consigo acertar no que quero pra mim, sempre escolho o que não tem esperança, o que não vai acontecer ou que vai me magoar. To vivendo no meio da loucura, sem sabe o que fazer com o que sinto. O coração tentando ficar seguro e eu implorando por um pouco de coragem para aprender a dar adeus as coisas ruins.
Learning how to write my story
Eu não caibo mais nas roupas que eu cabia, eu não encho mais a casa de alegria. Os anos se passaram enquanto eu dormia, e quem eu queria bem, me esquecia.
Nando Reis.
Veja o que o tempo faz, eu nem te conheço mais.
Fresno